Investigando o tato: Alunos dos 8º anos fazem uma experiência sensorial

0
293

Atividade proposta procurou despertar as sensações táteis dos alunos

O Professor Marco Miraglia propôs um experimento no laboratório com uma atividade que procurou investigar a sensibilidade à pressão de diferentes regiões (ponta dos dedos, porção mediana do dedo, palma da mão, antebraço e parte superior do braço) e verificar as regiões mais sensíveis do membro superior.

A dinâmica da aula seguiu o seguinte procedimento: Formação de duplas entre os alunos onde o colega deveria sentar-se confortavelmente com seus olhos vendados, virar o braço e apoiá-lo sobre a bancada, deixando a palma da mão voltada para cima.

O outro colega deveria pressionar levemente a ponta do dedo do colega de olhos fechados com o arame de 1cm dobrado em “U”, perguntando a ele a quantidade de pontos que ele estaria sentindo ser pressionada em seu dedo e tendo cuidado para não pressionar forte demais e machucar o colega.

Posteriormente, foram anotados em uma tabela de registro a sensibilidade: “um ponto” ou “dois pontos”, intercalando com a pressão do arame reto para verificar a sensibilidade do colega (ele não poderia saber qual o arame está sendo usado: o arame reto ou os arames de duas pontas em “U”) repetindo o procedimento para as demais partes do braço.

Depois de realizar o experimento com o colega, houve a troca de lugar com ele para que o outro pudesse testar a sensibilidade do seu braço.

Ao final, com a tabela montada, foi feita a análise dos dados e os alunos responderam a três questões sobre o experimento.

Confira as fotos!

 

Investigando o tato: Alunos dos 8º anos fazem uma experiência sensorial
5 (100%) 2 votos